A T E G I N A

María da Silva

Investigadora Colaboradora
CV

Maria Joana Ferreira da Silva, Investigadora associada, fundada pela FCT, contracto individual CEECIND/01937/2017 no tema “Caça e consumo de carne de mato na Guiné-Bissau”. Está afiliada ao ICETA-InBio, Universidade do Porto, Portugal e à Universidade de Cardiff, Reino Unido. Licenciada em Biologia aplicada aos recursos animais terrestres (2005, Faculdade de Ciências, Universidade de Lisboa), Mestre em Biodiversidade e Recursos Genéticos (2009, Faculdade de Ciências da Universidade do Porto), Doutoramento em Biociências (2012, Universidade de Cardiff, Reino Unido), investigadora pos-doutoral em genética das populações de primatas não-humanos Africanos (2013-2019). Membro dos grupos de investigação TROPBIO e BIODESERTS do InBIO. Membro senior do Projecto Paleo Primate (Parque Nacional da Gorongosa, Moçambique). Usa técnicas moleculares não-invasivas e análises espaciais para investigar a evolução e conservação de primatas Africanos não-humanos e as consequências negativas das actividades humanas com o objectivo de sugerir acções adequadas de conservação. A primeira viagem a África foi em 2004. Trabalha na Guiné-Bissau, Mauritânia, Serra Leoa e Moçambique. Autora de várias publicações revistas por pares em revistas internacionais de primatologia, conservação e evolução humana.